Blog

12/08/2018

1886 - Prefácio à tradução das Conferências Sobre as Doenças do Sistema Nervoso, de Charcot


São poucas as palavras de Freud, e dedicadas mais à origem da tradução e à matéria das conferências. No prefácio, Fescrito em 18 de julho de 1886, reud nos lembra que assim que chegou ao Salpêtrière, em 1885, constatou que Charcot havia afastado-se do estudo das doenças nervosas que se baseiam em alterações orgânicas e que estava dedicando-se ao estudo das "neuroses", em especial a Histeria.

A perplexidade inicial diante de tantas descobertas foi imediata, e, assim que soube (ainda em Paris) que Charcot iria publicar uma nova coletânea de suas conferências, Freud imediatamente ofereceu-se para traduzir para o alemão. Como diz o próprio Freud, fascinado:

O cerne deste livro está nas magistrais e fundamentais conferências sobre histeria, que, junto com seu autor, podemos esperar venham a descerrar uma nova era na conceituação dessa neurose pouco conhecida e, a rigor, denegrida (p. 55).

No livro, encontra-se a evolução de casos clínicos e observações sobre as afasias. Freud esperava que as Conferências colocassem um fim na conceituação denegrida de neurose. Na tradução, inclusive, colocou em destaque a histeria entre os temas abordados.

Freud caminhava, indiscutivelmente, em direção à psicopatologia.

_________________________

FREUD, Sigmund. Prefácio à tradução das Conferências Sobre as Doenças do Sistema Nervoso, de Charcot. In: Obras Psicológicas Completas: Edição Standard Brasileira. Volume I – Publicações Pré-Psicanalíticas e Esboços Inéditos (1886-1899), pág. 51-56. (clique no link -pra acesso ao texto integral).

Henrique Silva